A idéia do livro “couro”

A idéia do livro “couro” surgiu durante os anos em que trabalhei na minha terra natal na prefeitura de Novo Hamburgo.

Na época a região vivia o auge das exportações de calçados para os EUA. Trabalhando na prefeitura pude entrar em contato com muitos tipos de gente que vieram atraídos por esta riqueza tentar a sorte na cidade fugindo da monocultura da soja que crescia no interior do RS.

Este povo se encontrou com os descendentes dos imigrantes alemães. Houve um forte choque cultural. Também sofremos fortes impactos sociais e ambientais, tanto por conta da poluição da indústria como da expansão da ocupação de área de risco.

A riqueza fácil também atraiu a criminalidade, a droga e outras mazelas sociais. Ao mesmo tempo permitiu uma explosão cultural e artística tentado traduzir isto tudo. Obviamente que permitiu a burguesia local atingir um padrão de consumo de cidadãos de primeiro mundo e também gerou muito emprego e bem estar para classes mais baixas envolvida na produção do calçado.

A relação com os EUA e a massa migrante também teve forte impacto na perda da identidade alemã dos primeiros moradores a partir da forte influência cultural dos americanos.

Este período durou uns 10 a 15 anos até a entrada do sapato chinês no mercado mundial que levou a uma mudança grande do processo e um certo declínio da atividade econômica com reflexos em todos os setores.

O livro “couro” tem 80 histórias sobre este período dos anos 80. Todas inspiradas em fatos reais que eu acompanhei na época.

Uma é sobre um boi. As outras sobre gente mesmo.

A inspiração do Oswald de Andrade vem da sua idéia de fazer um “romance mural”. A proposta literária dele, experimentada no livro “Marco Zero” era colocar um período histórico em evidência e mostrar como os fatos mais marcantes afetaram a vida de pessoas comuns. Uma contraposição a idéia do romance moderno que conta a vida dos personagens principais tendo como pano de fundo o período histórico.

São várias pequenas histórias que tem em comum o tema “couro”. A palavra aparece em diferentes conotações em todos os capítulos do livro formando um “mural”. Pode ser lidas como contos ou na ordem que o leitor desejar.

Eu achei que esta forma de escrever muito interessante também por que o projeto inicial era publicar em capítulos num suplemento cultural do jornal da cidade. Idéia que se realizou em parte, pois uns dez capítulos foram publicados desta forma. Também porque não me interessava à vida de alguns dos “heróis’ do processo, mas a vida das pessoas comuns.

A indústria coureiro calçadista teve forte influência na região do Vale do sinos e no RS em geral pois fez parte do processo de industrialização iniciada nos anos 30 por Getúlio Vargas e se consolidou na segunda metade do século fazendo da região uma das mais importantes econômica e politicamente. Ela também alterou o perfil da região contribuindo para uma urbanização muito grande na região metropolitana gerando forte impacto no meio ambiente e na formação de cinturões de população de baixa renda em áreas de risco. Permitiu a implantação de uma base de infraestrutura urbana muito boa com um ótimo nível de serviços em vários pontos da região. Também definiu uma transição cultural de um modelo mais fechado no século XIX para uma abertura para o mundo que alterou a expressão cultural da região de forma definitiva. Particularmente nas cidades maiores que passaram a ter um perfil mais cosmopolita.

Nenhum autor escreveu literatura inspirada nesta época. O que me motivou ao desafio de apresentar uma visão deste tempo que foi muito rico de experiências humanas vivendo num momento de grandes transformações.

Arno Kayser

Agrônomo, Ecologista e Escritor

o livro pode ser adquirindo contando o site http://oikoseditora.com.br/

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • Juscelino Santos  On 06/11/2013 at 11:58

    Muito interessante a ideia do livro. Vivi um período dessa história e trabalhei numa fábrica de calçados e editei a revista Tecnicouro. Desejo sucesso!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: