OCA TECNOLÓGICA I : Uma história de caçador

Um oficial do Exército russo, em missão na fronteira  com a Mongólia, perdeu-se de seus companheiros. Confuso acabou se machucando. Quando pensou que ia morrer foi salvo por um caçador mongol que vivia na região. Ele o levou para uma pequena cabana feita de troncos e cascas de árvores no meio da floresta. Ali havia espaço para um fogo e uma cama quente que trouxe conforto para seu restabelecimento. Uns dias depois, quando ele já podia andar novamente, levantaram  acampamento. Mas antes de seguirem viagem o oficial russo assistiu, estarrecido, a uma estranha faina. Com um vigor e uma agilidade impressionantes, o caçador deu uma tremenda geral na cabana. Limpou tudo, cortou lenha, armou um fogo, deixou sal e pimenta num canto e consertou vários furos na telhado. O resultado disto é que ela ficou melhor do que quando chegaram. Perguntado do porque de tanto esforço, uma vez que não tinham intenção de voltarem , o caçador,  simplesmente, respondeu que alguém poderia precisar não futuro e acharia bom encontrar tudo em ordem.

Esta história, que faz parte do belo filme Dersú Usala de Akira Kurasawa, ilustra bem a visão ética com relação ao planeta que cada geração deveria ter do ponto de vista ecológico: deixa-lo melhor do que quando o recebeu.

Será que estamos agindo assim no nosso dia à dia?

Arno Kayser Agrônomo, ecologistas e escritor

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: